O Cemitério dos Vivos

O Cemitério dos Vivos

Páginas: 44
Era filho de João Henriques de Lima Barreto, filho de uma antiga escrava e de um madeireiro português , e de Amália Augusta, filha de escrava e agregada da família Pereira Carvalho, O seu pai foi tipógrafo. Aprendeu a profissão no Imperial Instituto Artístico, que imprimia o periódico "A Semana Ilustrada".